15/07/2015

O que aprendi sobre decoração com a Thalita do blog Casa de Colorir


Ontem  fui a uma palestra cativante da Thalita, do blog Casa de Colorir.  A minha sorte é que as suas dicas de decoração, são na verdade um guia de como amar mais a nossa casa e como o morar está tão presente em nossas vidas, de forma tão inevitável que quase sempre nos passa desapercebido.

A palestra foi muito inspiradora, não só em termos de ideias de decoração, mas também serviu de reflexão para que tipo de casa a gente gostaria de ter.

O que a gente precisa acreditar para tornar realidade? Para que possamos expressar a nossa identidade através das coisas que a gente ama. Com certeza, essa foi a grande lição que tive na palestra.


Criado mudo reformado duas vezes pelas mãos da Thalita. Veja aqui sua história.


Thalita é publicitária, apaixonada por design, decoração e trabalhos manuais. Com o blog, o seu universo de decoração ampliou e hoje ela trabalha aplicando toda a sua criatividade em vários projetos, desde produção de conteúdo do seu blog a visual merchandising, TV, oficinas e consultorias.

O que mais gostei na palestra é que ela foi fiel ao seu conteúdo, mais do que ditar regras, a sua maior preocupação foi compartilhar a técnica do afeto, para que a gente faça as pazes com nossa casa.


E assim como eu, ela acredita que o impacto energético é imenso quando cuidamos com mais amor do nosso lar.


Lembra desse post, onde falo da importância movimentar a energia da sua casa?


Com cinco anos de experiência com o seu blog, e sempre trocando com seus leitores, Thalita, observou 4 perguntas básicas que impedem uma decoração com a nossa cara.

Vou contar agora para você:

1) Se eu errar?


Referência do blog Casa de Colorir





Você vai errar.

A dica de ouro da criativa é se permitir errar pequeno, testando seus limites. Por exemplo, se você nunca pintou um móvel na vida, comece por um banquinho de madeira que está esquecido pela casa e não pela cômoda que é destaque na sala e uma relíquia da família.

2) Se eu enjoar?


Por uma cozinha mais feliz, lembra? Não? Então veja aqui.


Se permita enjoar.

Só cansamos de alguma coisa depois de ter tido um caso de amor por essa coisa. Eu ri quando ela citou seus exemplos, explicando que só enjoamos de uma determinada música depois de passarmos um dia inteiro ouvindo-a. Ou então nos cansamos de chocolate depois de termos comido várias barras.

Não é verdade?

Na minha casa por exemplo, ficamos em dúvidas para colocar uma parede com ladrilhos hidráulicos, com medo de enjoar e hoje posso dizer que estamos apaixonados por essa parede.

3) E depois para desfazer?



Se você quiser fazer download dos azulejos feitos pela Thalita, clique aqui.


Desfaça!

Essa pergunta norteia quem mora de aluguel, e com razão. No entanto há bastante sugestões nessa blogosfera linda, que podem ser desfeitas facilmente. No próprio Casa de Colorir há o download desses adesivos para azulejos.

4) E se não combinar?


Referência do blog Casa de Colorir



Descombine!

Qual é o conceito de combinar para você? A sua sala ser toda de uma cor, ou se prender só no tom sobre tom ou ter móveis de apenas um estilo?

Procure identificar os seus gostos, pois seu lar tem que combinar com você. Se enxergue nele.

♥ ♥ ♥ 

Thalita também compartilhou conosco os seus 10 mandamentos para uma casa mais feliz, e já estou arregaçando as mangas para cumpri-los. Já, já volto para mostrar aqui.

Depois dessa palestra só pude tirar uma conclusão:

Ou a gente decora a nossa casa por ♥  AMOR ♥  ou por MEDO!


A escolha é sua!

E você? Tem alguma limitação na hora de decorar? Ou algum mandamento? Quero saber, trocar ideias e inspirações! Me conta! 








Nenhum comentário :

Postar um comentário