13/03/2015

A verdade que nunca contaram a você sobre como criar um Design Exclusivo


Você já deve ter percebido que há inúmeras tendências e movimentos acontecendo ao mesmo tempo, e isto é ótimo, significa que temos uma imensa variedade de escolhas. Mas ao mesmo tempo temos que tomar muito cuidado com o que está "na moda". 

A indústria da moda apela para as nossas mais profundas inseguranças. Presumindo que não sabemos o que queremos, ela dita o que devemos querer. E na maioria das vezes aceitamos isso. Você já deve ter percebido, que de repente estamos vestindo as mesmas roupas, com os mesmos celulares, decorando nossas casas com as mesmas referências e até nossos cabelos estão ficando iguais, lisos.

Não me entenda mal, acho que as grandes marcas fazem um trabalho incrível e admirável. Não acho nada de errado recorrer a elas, mas o que está acontecendo com a nossa individualidade?

E é para isso que estou aqui hoje, para te ajudar a se inspirar com o processo criativo dos grandes estilistas. Entender o universo da moda, e perceber que o sapato X, a roupa Y estão na ponta do iceberg dessa complexa indústria.

#4 dicas valiosas para criar o seu Design Exclusivo


Para todas essas dicas teremos como exemplo prático a coleção Valentino Resort 2015, onde foi a fonte de inspiração do desenvolvimento das minhas cadeiras. Veja aqui.

Valentino Resort 2015 - Foto: Reprodução



Valentino Resort 2015 - Foto: Reprodução

# Dica 1: CONTEXTO

Pensar no contexto onde a coleção será inserida: época do ano, arte, natureza, música, comportamento dos jovens e o que está acontecendo no mundo.

Se pergunte, o que você tem vontade de usar, ter e sentir que ainda não está rolando? 

A coleção Cruise 2015 da marca italiana Valentino, tem como referência o trabalho de uma das artistas mais celebradas nos dias atuais, Frida Kahlo. 

Entende? Esse é o contexto da coleção, o mundo colorido de Frida, que está super em alta no comportamento dos jovens e há todo um movimento acontecendo, em torno da figura da artista.

O contexto nesse caso, nada mais é do que assumir a linguagem da artista. Mas e aí, o que fazer para ser diferente, quando está todo mundo bebendo da mesma fonte? Vamos para a dica 2, que te respondo!


Autorretrato Frida Kahlo - Foto: Reprodução

#Dica 2: ATMOSFERA

O segredo dessa dica é a sintonia entre a SUA vontade e o contexto, ou seja, o contexto é apenas uma ferramenta, assim como as tendências, que deverão se juntar à sua essência. Que é única! Buscar dentro de você o que estimula a inspiração, será o seu maior diferencial.

#Dica 3: SÍMBOLOS

Observe que a marca italiana fez questão de não tomar a inspiração muito literal, a coleção captura o espírito audacioso de Frida Kahlo.

E é essa dica, que na minha opinião é a mais divertida. O poder de síntese, de "viajar" dentro de uma coisa só. Repare que há nas peças da coleção em estampas ou bordados folhas, flores, pássaros, macacos, borboletas, a fauna e a flora, sempre alegres e coloridos. 

Ou seja, foi feita toda uma PESQUISA de símbolos relacionados com o conceito (Frida Kahlo) e a atmosfera (essência da marca + vontades dos estilistas). Depois será necessário agrupar toda a  pesquisa e dividir em painéis de acordo com os sentimentos que cada imagem passa. Acredite esse é o SEGREDO para criar um design exclusivo.

E é aí que entra os famosos Mood Boards, o contexto da coleção vai criar famílias de imagens que se dialogam, pois se originam de um mesmo contexto: Frida Kahlo.

Saiba aqui como criar o seu próprio Mood Board.

Vamos para um exemplo mais prático:



Mood Board: Casa Design Studio

OBS: Esse Mood é apenas um exemplo que fiz, o ideal é ter um painel para cada subtema com várias imagens relacionadas. Quanto mais você tiver, mais poderá explorar o tema e criar algo único.

# Dica 4: Cartela de Cores

Já ouvi muitos estilistas dizerem que uma cartela de cores errada, pode afundar com toda uma coleção, independentemente dos shapes das roupas. Isso porque as cores passam sensações para as pessoas.

Desta forma, a definição das cores que entrarão na cartela é muito importante. Além de definir é interessante saber fazer boas composições com elas, já que o mesmo desenho com cores diferentes muda muito.

Um exemplo de cartela de cores, relacionado com o nosso tema:

Imagem via: Pattern Curator
E acredite se quiser, pode-se criar uma coleção com vários itens com apenas 7 cores ou menos. Isso é incrível e traz mais identidade e unidade para a coleção.

# BÔNUS:

Percebeu que há toda uma narrativa por trás de um único tema? No mundo da moda, acontece o seguinte: As grandes marcas criam as tendências, e a Valentino é considerada uma delas, e todas as outras grifes menores se inspiram nessas marcas, porque são elas que ditam a moda, praticamente todo o planeta quer usar determinada roupa, então fica muito difícil para uma marca pequena criar algo original. Daí será uma opção do designer fazer uma releitura em cima do trabalho dessas marcas, ou simplesmente copiar.

Mas, o processo para criar um design exclusivo para qualquer peça é buscar inspiração na natureza ou na arte, para daí você encontrar suas cores, composições, texturas e formas. Sempre pensando no design com uma consequência da natureza e da arte. Se quiser se desafiar ainda mais na elaboração de alguma peça, terá que extrair alguma coisa do seu interior, assumir isso e passar para o produto. 

Uma ferramenta que é ótima para agrupar todas essas etapas é o Pinterest. Quando estou pesquisando para construir algo, eu escrevo na imagem o que me despertou nela, por exemplo: texturas, atitude, cores, estampas, uma cadeira e etc.

# A minha inspiração

Eu não fiz todo esse processo criativo no desenvolvimento das minhas cadeiras, pois quando estava começando a buscar um contexto, dei de cara com essa imagem e logo me senti desafiada a fazer essa releitura.






































Pintando a tal da cadeira

Em breve, vou compartilhar com você todo o meu processo de releitura e execução das cadeiras.

E você, segue algum processo criativo para suas invenções? Se tiver, conte para mim. Estamos juntas nessa jornada, não é mesmo?

Segue link para as imagens ou caso você queira saber mais informações sobre a coleção:





Para conhecer mais pinturas da Frida Kahlo:


Se você gostou do post, não se esqueça de comentar, isso ajuda o blog a ganhar vida, entendo melhor o que está achando e me estimula, pois cada comentário é uma alegria para mim! Se acha que pode ser interessante para algum amigo, não se esqueça de compartilhar, ok? Obrigada!

3 comentários :

  1. Gostei da dicas Thamyrez.
    Apesar de sempre influenciar de alguma forma, eu não costumo seguir tendências. Eu simplesmente vejo algo e, se me identifico, passo a usar. Com a decoração da minha casa é assim também. Minha referência é a internet, estou sempre procurando ideias bacanas. Mas sempre dou meu toque pessoal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Rosane! E isso é o que importa de fato, dar o nosso toque pessoal, é isso que vai tornar qualquer coisa que a gente faça ser exclusivo! <3 Também uso muito a internet, ela é uma mãe para nós que gostamos de botar a mão na massa, não é mesmo?


    Beijos, Thamyrez! =)

    ResponderExcluir
  3. Exatamente isso que você falou, é simples mão é difícil! hahaha Como pode, não é mesmo? Bem, eu chutaria dizer que ainda não confiamos nas nossas referências internas, ainda temos muito medo de ousar e pensamos muito no "o que os outros vão pensar". Mas sinto que isso também está acabando aos poucos, cada vez mais vejo produtos inusitados sendo feitos por aí.
    Nossa fiquei curiosa agora para ver esse apartamento inspirado em um look, deve ser divertido olhar para a pessoa vestida com a roupa e a decoração! Tinha um programa nesse estilo em um canal fechado, achava muito legal!


    Beijos! Obrigada pelo comentário!
    Thamyrez

    ResponderExcluir