25/02/2015

[SUPER GUIA] Para vencer a preguiça e decorar a sua casa


Sim, eu tenho preguiça! 

Afinal, todos temos em maior ou menor grau alguma forma de preguiça, que nos faz adiar compromissos, decisões, projetos, e claro, a decoração ou a organização da casa.

Por outro lado, ter um lar feliz, confortável e preenchido com cores parece ser o sonho de 10 em cada 10 pessoas. Chegar em casa, e se sentir bem vindo, é um dos maiores prazeres que você pode ter durante TODO o seu dia! 

Porém, uma casa decorada e organizada pode se tornar seu pior pesadelo, se apesar de você amar blogs de decoração, passo a passo e Pinterest, lhe faltar disposição para realizar determinadas tarefas.

Nesse post, darei dicas para você não fugir quando houver necessidade de arregaçar as mangas, pois construir um lar autêntico, dá trabalho (aliás, dá muito trabalho, não vou mentir para você!), precisamos:


  • pesquisar;
  • planejar;
  • definir orçamento/comprar materiais;
  • requer tempo;
  • colocar a mão na massa, caso o seu orçamento seja baixo;
  • contratar mão de obra;
  • arrumar toda a bagunça que fica depois da obra ou de um inofensivo DIY.
Sem contar nos imprevistos que SEMPRE acontecem quando você está num processo de transformação na sua casa. 

Continue lendo esse post, para vencer um pensamento típico do preguiçoso, o famoso: "Deixa para depois!" E começar a fazer pequenas transformações o quanto antes. Aqui, você irá saber mais sobre:


  1. A preguiça como movimento limitador das ideias e das ações
  2. Complique menos e faça mais















A preguiça é o oposto da produtividade, no sentido de que há uma insegurança exagerada em sua própria capacidade de agir. Comprometendo, desta forma, os resultados desejados.

Ser mais produtivo, pode nos ajudar a calibrar nossos pensamentos com menos ansiedade, medo e frustração, balanceando com mais aceitação.

Afinal, o sentimento de letargia está muitas vezes relacionado à forma como estamos nos sentindo sobre nós mesmos ou sobre a vida.

Parece interessante? Então, continue lendo.




Mas vamos entender melhor como isso funciona?!





"A palavra coragem é muito interessante.
Ela vem da raiz latina cor, que significa coração. Portanto, ser corajoso significa viver com o coração. O caminho do coração é o caminho da coragem, é viver no amor e confiar, é enfrentar o desconhecido"
Osho 

E convenhamos, alguém consegue encontrar explicações lógicas para o que sentimos?

Eu não! haha

Por isso, não sou muito a favor das tendências. É até legal, ficarmos cientes das novidades, mas é mais legal ainda  compreender que temos um estilo próprio, que vem da nossa história e das nossas referências, que são os livros que lemos, os filmes que assistimos, as imagens que "pinamos" e claro das nossas vivências.

E o melhor, o nosso estilo é para sempre, a moda e as tendências são efêmeras! Portanto, siga o seu coração e NADA MAIS para a sua décor!

Irei citar um exemplo prático, o meu quarto! Que por sinal, ele é responsável por 90% dos e-mails que recebo, e-mails esses muito carinhosos (obrigada, viu?!), mas a maioria vem com um porém a preguiça de colocar a mão na massa e a falta de coragem para mergulhar na decoração dos sonhos, por diferentes motivos.

Bem, eu também tive os meus medos e muita preguiça, deixa eu confessar uma coisa, a minha decoração estava quase virando uma obra de igreja hahaha e até hoje ela não está 100% pronta, mas evolui constantemente. =)

O sonho de ter um closet

 


 Eu sonhava com um closet, mas como o meu quarto tem medidas diminutas, parecia que era impossível ter um e além do orçamento baixo para fazer toda a transformação.

Enquanto algumas pessoas viam um milhão de problemas para eu ter o meu tão sonhado closet, e diziam o quanto o meu quarto poderia ficar esquisito com a nova arrumação; eu simplesmente acreditava que tentar algo diferente era o segredo para rentabilizar o meu espaço pequeno. E  o melhor, não precisei construir ou derrubar nenhuma parede e ainda utilizei o meu próprio armário.

Quando a gente acredita que irá valer a pena, temos que lutar por isso! Seguir o nosso coração, lembra?

Eu lutei, arregacei as mangas e desmontei metade do meu armário sozinha em uma tarde, você acha que eu imaginava que era capaz disso? Não mesmo! Simplesmente fui lá e fiz! Sem pensar muito, sabe?

É confiar e enfrentar o que vier pela frente! O máximo que poderia acontecer, era ter que montar o meu armário todo de novo ou ficar apenas com uma metade dele.

É claro que a sua preguiça, pode ter a ver com toda essa insegurança que nos norteia antes de fazermos algo novo!

Também tive preguiça em determinadas etapas da decoração. Mas quando percebi que estava complicando mais do que agindo, optei em ser mais produtiva e enfrentar qualquer complicação que houvesse.

Se houve complicações? Sim! Mas, sendo bem sincera com você, nem lembro quais foram para citar aqui. Foram muito pequenas diante do prazer que tenho hoje em ter um quarto com a minha cara e com tudo que sempre sonhei.


 Na maioria das vezes as nossas referências de casas estilosas foram montadas com uma excelente equipe de produção, com arquitetos conceituados ou são casas de estilistas e de artistas, que devem dispor de muito dinheiro.

Bem, esse não é o meu caso e talvez, também não seja o seu. O meu universo está bem distante das marcas e dos designers conceituados.  A palavra economia entra sempre em paralelo com a palavra decoração.

E pode ser que a preguiça apareça novamente quando a gente se dá conta que aquela decoração linda que vimos na revista pode sair mais caro do que imaginávamos.


Reutilize os seus móveis, as possibilidades são inúmeras; você pode pintar, trocar o estofado, cobrir com tecido, lixar ou passar somente um verniz, enfim, abuse da sua criatividade. O importante é disfarçar o desgaste natural causado pelo tempo. Outra opção bacana, é reutilizar objetos que seriam jogados no lixo.

Veja aqui um guia prático de como pintar um móvel antigo.

Quem me acompanha no blog, já sabe do quanto acho precioso prolongar o valor das coisas, em uma época em que tudo é tão efêmero.

Veja aqui o post do passo a passo das gavetas.




Garimpe! Nas ruas, nos brechós, na internet, nas feiras e até no lixo!


Nunca foi tão fashion ser antigo, digo isso porque nos dias de hoje, garimpar e transformar estão na moda, ou melhor, espero que se torne um hábito. Seria legal, agregar mais valor às coisas com o passar do tempo, e não como é hoje, em que tão logo é comprado um produto e seu valor já diminui. A criação de qualquer coisa NOVA é um desperdício para o planeta. Eu falo mais sobre isso aqui.


Uma outra vantagem do garimpo, é ter uma peça de design exclusivo assinado por você! Deixe-me explicar: Muitas vezes garimpamos móveis antigos que precisam de pequenos ou grandes restauros, por isso fique sempre atento quando for garimpar, e observe se o móvel precisa de restauros e se você será capaz de fazer ou contratar alguém. Muitas vezes, o reparo é simples, como aplicação de um revestimento, pintar com uma cor de sua preferência, trocar os puxadores, então não se esqueça, olho bem aberto na hora da compra! ;)

Garimpar é uma ótima opção para o bolso, os preços são bem acessíveis e você ainda pode pechinchar! 

A Vivi, do blog Decorviva, tem mais dicas para a sua compra nos brechós da vida. Veja aqui

Ah! E nada de preguiça hein, garimpar dá mais trabalho? Dá! Mas as vantagens são únicas e você verá que colocar a mão na massa te trará inúmeros benefícios, além do orgulho danado que dá na gente, depois de termos uma peça com um design exclusivo, só nosso!


  A dica mais importante de todas!

A sua casa tem que ser a prova viva, de que se você gosta de uma coisa, essa é a única validação. Seja genuíno com os seus instintos, e acredite, você é a melhor pessoa para saber o que entra e o que sai da sua casa. Torne-se um decorador confiante, acredite em VOCÊ

Espero que esse post e suas dicas tenham sido úteis para você vencer a preguiça e decorar ou organizar a sua casa. Deixei esse artigo para o pós carnaval, pois é quando a gente tem planos e esperança de mudanças e estamos mais empolgados em começar algo novo, nem que seja os nossos hábitos.

Por último, não deixe de comentar e me dizer o que achou ou se tem mais dicas e sugestões, amo saber o que está pensando! E mais, se você acha que esse post pode ajudar algum amigo, não deixe de compartilhar!


 
 

 



7 comentários :

  1. Muito, muito, muito, muito, muito bom esse post! É verdade, às vezes dá muita preguiça decorar a casa! Um exemplo lá em casa foi a minha cabeceira.... deu muito trabalho, me tomou uns 3 dias! Mas hoje, olho para ela, me identifico tanto, fico tão feliz, e vejo como valeu a pena! As suas dicas foram ótimas: seja acessível, seja sincero, garimpe! =)


    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post Thamyrez.
    As vezes também tenho preguiça, mas a vontade de melhorar o visual da minha casa é muito maior.
    Colocar a mão na massa não é fácil, a pessoa tem que ter muita disposição mesmo. Tem certas coisas que deram tanto trabalho pra serem feitas, que hoje não sei se teria coragem de fazer de novo. Mas o resultado sempre vale a pena.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oii Thamyrez, super me identifiquei com esse post. As vezes deixo de fazer muita coisa por conta dessa preguiça, admito. Mais estou conseguindo contornar essa situação, fazendo planejamentos e planilhas de organização.
    E super concordo com a ideia do garimpo, é uma solução e tanto.
    Adoro a forma como você escreve. Some não viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Livia!!! Estou voltando, aos poucos, não quero sumir mais não!!! Rs


    Ás vezes a preguiça bate mesmo, não tem jeito! Uma coisa que tem me ajudado muito, além de planejamentos, agendas e disciplina, é como disse no post, complicar menos e fazer mais! Isso faz uma diferença enorme, aliás está fazendo para mim!


    Obrigada pela visita!
    Beijo grande,
    Thamyrez

    ResponderExcluir
  5. Olá Rosane, também acho que o resultado sempre vale a pena. Nunca imaginaria que tem preguiça, deve ser muito de vez em quando mesmo, sempre que entro no seu blog tem uma surpresa de algo bacana que você gostou!!! Rs. Você é total atividade! hahah Pelo menos na minha humilde opinião! =)

    Beijo grande,
    Thamyrez

    ResponderExcluir
  6. Verdade Thamyrez, preciso descomplicar .. rs Fico colocando vários empecilhos em tudo.
    Sempre que bater preguiça vou ler esse post.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Thamyrez que post lindo!!!!
    Preguiça, insegurança, economia, garimpo... Vc abordou tanta coisa. Tão oportuno!
    Definitivamente, vc espantou a preguiça pra escrever esse guia, que ficou SUPER mesmo!
    Parabéns.
    Bj grande

    ResponderExcluir