18/10/2014

Sim! Os ladrilhos hidráulicos me fazem sorrir!

Não! Eu não estou louca! Mas algumas paredes são capazes de me tirar um sorriso do rosto! Às vezes elas me pegam de surpresa, quando chego num determinado lugar e lá estão eles os ladrilhos hidráulicos, sorrindo para mim... Eu confesso, fico um pouco acanhada, mas chego bem de pertinho para ver todos os seu detalhes, e retribuo o sorriso, por que não?


























Outra coisa que preciso confessar: Eu fico vi-a-jan-do nos desenhos! Vi-a-jan-do mesmo! Eu fico vendo os tons, as formas geométricas, os arabescos, as flores... e se for um patchwork ainda, ferrou, os olhinhos da pessoa aqui nem pisca!



Outra coisa que me encanta, é saber que tudo é artesanal na produção: a mistura dos pigmentos, a criação de formas para as estampas, o preenchimento de cada cavidade e as longas 30 horas de espera para que cada peça fique pronta. E é por causa desse longo processo de cura na água, que se chama ladrilho hidráulico, e é também por causa desse processo, que ele se torna uma peça de grande resistência e longa durabilidade.





















As peças foram sucesso mesmo na dácada de 30 e 40, mas a partir dos anos 60, o surgimento de outros materiais substituiu progressivamente os pisos hidráulicos por elementos menos elaborados e mais rentáveis.




Agora me diz, a peça é usada há mais de 100 anos nos pisos e nas paredes brasileiras, a produção é artesanal e possibilita uma infinidade de cores e estampas, tem alguma possibilidade de não querer uma belezura dessa aqui em casa? 

Não, não há essa possibilidade! Já vou logo adiantando!

E já falei aqui no blog que a minha cozinha está em reforma, deu problema na tubulação, a parede e os azulejos tiveram que ser quebrados, e olha aí a oportunidade para os ladrilhos hidráulicos! E ainda depois de ter visto essa imagem, a ideia de uma parede estampada não saiu da minha cabeça! =)


A minha cozinha não está igual a essa, aliás, não tem nada de parecido com essa, eu me apaixonei pelo conceito que ela traz de simplicidade, além de ser um charme.

Mas, uma parede assim pode custar caro, e tudo vai depender do poder do seu bolso, digo isso, porque quando fui pesquisar preço para comprar o tal dos ladrilhos hidráulicos, o mais barato que encontrei foi R$11,90 por PEÇA, isso mesmo por peça! Não sei das suas condições, mas para a minha situação, estava totalmente fora do orçamento! Ah, se desisti? Claro que não, você já deve ter visto aqui, que eu não dessito nunca, nunquinha!

E foi aí que encontrei a solução:

Revestir a parede com um porcelanato que tenha como estampa os ladrilhos hidráulicos, várias marcas tem esse tipo de produto como a Itagres, Eliane e Portinari. Mas esses não são artesanais e são produzidos através da tecnologia de impressão digital. 


Selecionei as três maiores marcas que conheço e os preços variam entre R$59,90 e R$89,90 o m² . Bem mais em conta não é mesmo?

Porcelanato Retrô Rústico HD da Itagres:

Formato: 51 x 51 cm
Área por caixa: 1,54 m²
Acabamento: Retificado
Peças por Caixa: 6 unid.
Textura: Matte Lisa

Aplicações:

Banheiros, cozinhas, dormitórios, saunas, salas, terraços.



Clique aqui para mais informações do produto.
































Porcelanato Essence Decor da Eliane:

Formato: 60x 60 cm
Área por caixa: 1,44 m²
Acabamento: Não Retificado
Peças por Caixa: 4 unid.
Superfície: Acetinado

Aplicações:

Ambientes residênciais e comerciais.




Clique aqui para mais informações do produto.






























Porcelanato Lisboa HD Mix:

Formato: 60 x 60 cm
Área por caixa: 1,70 m²
Acabamento: Retificado
Superfície: Acetinado

Aplicações:

Residências e ambientes comerciais de tráfego médio.



Clique aqui para mais informações do produto.

Não encontrei uma imagem legal de um ambiente com o revestimento da Portinari.


As informações sobre os procelanatos são dos próprios sites dos fabricantes. 

Eu tenho o meu favorito,e já está aqui em casa! Mas isso é assunto para o próximo post. Pressa pra que? Adoro um suspense! Qual desses você gostou mais? Conhece outra marca? Chuta qual porcelanato escolhi para a cozinha?

Já, já tô de volta!

Atualização:

Acabou o segredo! Clique aqui e veja qual o revestimento que escolhi para a cozinha!


4 comentários :

  1. hahaha, é como eu digo, quem não tem cão, caça como gato :)
    Eu também sou fã dos ladrilhos hidráulicos verdadeiros - se forem garimpados num cemitério de azulejos então, eu caio pra trás de tanto amor! Mas na impo$$ibilidade de ter os reais, que venha o fake!! hahaha
    Adorei o post!
    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Pois é, falou certíssimo: quem não tem cão, caça com o gato! O importante é não desistir dos nossos sonhos! Acredito que tudo é possível, com um jeitinho conseguimos tudo que planejamos! Eu visitei alguns cemitérios de azulejos, mas achei caríssimos! Uma pena!

    ResponderExcluir
  3. Eles também me arrancam sorrisos! No meu escritório lá em Santos coloquei um "tapete" de ladrilho hidráulico no piso cimentício do alpendre e uns tozetos na escada. Era pouco, não era o piso todo, mas eu amava! Já na minha sala tinha uma varanda todinha de ladrilho original, que devia ser dos anos 40. Muito, muito amor! Minha irmã também escolheu o ladrilho para a cozinha nova dela e eu estou louca pra ver (só ano que vem...). Por conta do preço alto, sugeri que ela colocasse só na faixa entre a pia e o gabinete e o restante pintado mesmo. Como a cozinha é integrada com a sala, acho que vai ficar muito charmoso!
    Bjos :**

    ResponderExcluir
  4. Olá Carla!
    Eu adoro esses "tapetes"de ladrilhos hidráulicos, são muito charmosos! Fiquei aqui viajando como seria o seu escritório, deve ser muito inspirador trabalhar em lugar assim com tantos detalhes cheio de amor!
    E a cozinha da sua irmã! Deve ter ficado linda, também fiquei curiosa para ver! Você poderia fazer um post, vai demorar um pouquinho pra sair... mas, vai valer a pena! =)
    Beijooos!

    ResponderExcluir