07/04/2014

O que é presente para você? - Parte 2

Olá!



Ainda é bem cedo! Sabe quando o céu ainda está meio alaranjado, as nuvens formam desenhos curiosos, e ainda está incerto se será um dia de sol radiante ou mais acanhado? Então, é esse o cenário da janela do meu quarto quando começo a escrever esse post. Você achou que eu demorei para escrever a Parte 2? Pois é, não só o meu fim de semana foi abençoado, como toda a semana seguinte do meu aniversário foi. E Ô! Põe abençoada nisso! haha Aconteceram muitas coisas, que se eu listar aqui, uma triologia de post não seria suficiente! RS.
Gostaria de agradecer a todo carinho que recebi depois do post passado, foram tantos e de tantas formas. Obrigada por todos os inbox, e-mails, comentários, whatsapp, ligacões, visitas inesperadas, enfim, continuo agradecendo a existência de todas as pessoas em minha vida! Vocês são sensacionais! Ah! E os meus novos amigos também, que conheci por aqui, pelo Casa Design Studio!
Mas teve uma pergunta que achei curiosa e até divertida. Segue o diálogo:
- Mas vem cá, além da minha existência em sua vida, você não gosta de nenhum presente, aqueles sabe, convencionais, que tem embrulho, que você tem que abrir e se surpreender?
- Opa! É claro que eu gosto né!
- Obaaaa! Então me dá uma dica vai...
- Eu amo presentes bem embrulhados, que só de ver já me deixam feliz, amo quando a pessoa acrescenta o comentário: "nossa eu achei a sua cara!". E quando abro, adivinha?! O presente tem a minha cara! hahah.
É tão bom isso né, quando um presente reflete VOCE! Quando você consegue ser íntegro, quando você diz o que pensa e faz o que fala, e seu querido amigo consegue captar muito bem isso e traduzir em presente. Me diz, há algo melhor do que isso? Não né! Agora pouco importa se é um livro, uma sandália, uma roupa, um celular, isso com certeza para MIM é o que menos importa!

Bem, como o post é sobre presentes e como o blog é basicamente sobre estilo feito a mão, então listrarei os presentes que EU me dei no meu dia e todos os outros que eu me achei no direito de ainda comemorar o meu aniversário! rs Vem comigo!

Ainda no meu aniversário, receber essas tais pessoas foi uma forma de presente para mim, então uma decoração singela e um bolo gostoso foram presentões! Com a ajuda da minha mamy poderosa, buscamos coisas que já tínhamos em casa para dar um charme a mais. Vamos ver as fotos?


Eu queria um suporte para bolo em estilo provençal, desses que estão na moda sabe, mas como foi tudo corrido, não tive tempo de comprar, só de improvisar. O que achou dessa ideia? Uma bandeja branca e taças como suporte com flores lindas dentro.


Para a mesa forminhas de doce coloridas e arranjos de flores em bules de porcelana que já tinha aqui em casa.


AMO todas as flores, mas as convidadas para a minha festinha foram: as astromélias vermelhas, os cravos amarelos e as rosas em duas tonalidades! =)

Ok!  Mas Thamyrez, e o presente? O presente, lembra? É claro que eu lembro! Já disse que amo as flores né? Então porque não um buquê de flores, feito por mim e para mim? hahaha É muito divertido fazer isso, eu só tenho que tomar cuidado na hora de levá-las para casa, porque elas me desconcentram de tão belas! E vivo tropeçando por aí com elas em minhas mãos! ;)

Olha as belezas na janela do meu quarto:


Tem outras coisas que eu amo, como praticar yoga, viajar - mesmo que pelas páginas de um livro - e escrever. Então, mais presentes para mim: Uma revista, o livro O Pequeno Príncipe e um caderno bem bonito com uma pintura de Van Gogh:


E esses foram os presentes de um aniversário muito especial.
Agora, sabe quando você tem um momento tão especial que gostaria de eternizá-lo? Então, eu resolvi fazer uma experiência com uma das flores que serviram de suporte para o bolo.


Está vendo como é bela? Então, resolvi pegar a taça mais bonita que tinha aqui em casa, peguei também a rosa mais bela do dia, e coloquei-a na taça com uma água bem gelada e levei ao congelador pra ver no que ia dar... E olha no que deu:


Saindo do congelador, e com calma foi revelando a sua beleza!



Fiquei pensando em como ficou bonito esse experimento, e como fiquei feliz ao ver o resultado, porque na realidade eu não sabia muito bem no que ia dar... Mas como tudo na vida, o que vai acontecer eu não sei, o imprevisível sempre existirá, mas quando escutamos o nosso coração, quando sabemos o que queremos, o jogo está ganho! 
Aproveite ao máximo os momentos de alegria, para se conectar com a sua verdade e permitir que todas as coisas boas fluam até você! Pelo menos dá certo para mim, e para as pessoas otimistas que estão ao meu redor!

Não se esqueça de espalhar a alegria em torno de si!
E obrigada por estar aqui comigo!
Volte Sempre! 
=)

Se você gostou desse post é provável que goste desses também:

O que é presente para você? - Parte 1

Festa com caixote de feira, pode?! Pode, sim senhor!

Vida longa aos caixotes de feira!

Oba! Voltei!