24/08/16

A minha sala no programa Mais Cor, Por Favor

Vários pensamentos vieram à tona quando a minha sala estava passando pela transformação da equipe do programa Mais Cor, Por Favor e uma coisa pude ter certeza: Cor é um ingrediente vital à minha vida, parece que as tonalidades são pequenas doses de magia no meu dia a dia.



Nessa última semana, onde tudo aconteceu a mil por hora, percebi o quanto é importante unir nossas habilidades individuais em prol de um objetivo, todos estavam empenhados para que tivéssemos uma reforma legal e um programa bacana. Somando conhecimento, experiências e vivências, tudo muda. Minha sala mudou, ganhou uma nova energia, um novo frescor, parece que a casa é nova, parece que recém cheguei aqui!

Mais Cor, Por Favor deixou um legado, além da sala nova, me deixou apaixonada novamente pela minha casa. Vejo tanto potencial, em cada cantinho que estou cheia de ideias, não sei nem por onde começar.

Para você que estava com saudades dos meus projetos e do meu colorido, a boa notícia é que o programa me inspirou a botar ainda mais a mão na massa, Thalita me ensinou a usar a serra copo, a parafusadeira, me inspirou a ousar em projetos maiores e transformar ambientes, com ideias simples e acessíveis. Tudo o que eu já amo, mas agora com um tempero a mais, o entusiasmo. 




 A minha sala era toda branca!


Já até sei o que você está pensando: "Mas Thamyrez, como assim, a sua sala era branca?"

Pois é, ela era toda branca, branquinha da Silva.

Moro com a minha mãe, e por aqui minhas criações só têm liberdade no meu quarto, na cozinha que aos poucos consigo introduzir algumas cores e no terraço com minhas plantas. Como a sala, é o xodó da minha mãe, o ambiente que ela mais curte, então minhas intervenções não tinham vez.

Agora você imagina, a reação da minha mãe quando a Thalita apresentou o mood board da sala nova:





Imaginou? Rs. Foi engraçado!


A sala nova: 

Não posso revelar como ficou a decoração da minha sala, você terá que acompanhar os episódios diários do programa, é claro que irei te avisar quando chegar o dia, para assistirmos juntos (estou muito ansiosa por esse momento). Por enquanto posso adiantar que a minha sala ganhou mais cor, mais vida, mais amor, usando o mínimo de recursos comprados e o máximo de recursos reaproveitados.  Além de um tom encorajador, acessível e sincero, como um abraço caloroso de um amigo, que a Thalita, sua equipe e minha rede deixaram para mim e para a minha mãe.


Foi inesquecível!

Estou ansiosa para ver a segunda temporada! E você, curte o programa? Sua casa precisa de mais cor? 

O programa Mais Cor, Por Favor é do canal gnt e passa de segunda a sexta às 19:30! 


Continue lendo >>

04/08/16

3 Passos para fazer um refúgio em casa

Há algumas coisas que desejo compartilhar sobre o tema Refúgio em Casa!

1) Ler é transformador, então é extremamente necessário ter uma leitura que eleve o seu pensamento. Faça desse momento ser especial, estenda uma esteira ou um cobertor de lã no chão, pegue suas almofadas preferidas, seus livros do momento e aproveite esse presente que você acabou de se dar!




2) Explore novos espaços da casa. Acredite, há um cantinho novo doido para revelar o seu potencial, e está apenas esperando que você olhe para ele de outra maneira. As meninas do Buji definiram muito bem esse acontecimento surpreendente: "É a construção vinda diretamente do seu interior, "de dentro pra fora".







3) Perceber os pequenos detalhes de tudo o que te cerca, pois é tudo o que você criou até esse momento! E se alegre. A beleza está nas menores coisas.



Espero que tenha gostado das dicas, mas quero saber das suas. Por que a sua casa é o seu refúgio?

Me acompanhe no Instagram: @casadesignstudio




Continue lendo >>

26/07/16

SUPER GUIA: 30 passos para fazer a sua própria decoração

Este super guia desmistifica o processo de design, trazendo orientação para quem deseja renovar o interior de sua casa.

Se você adora investir no visual do seu lar, cada etapa deste processo criativo te ajudará a tornar a decoração dos seus sonhos possível, econômica e atraente para você e sua família.

E aí está preparad@? Arregace as mangas e mãos à obra!

PS: Pode ser um pouco cansativo estudar este guia todo de uma vez, portanto, sugiro que você avance cada passo a medida que for fazendo a sua decoração e apreciando todo o seu processo criativo.


1. Defina o seu objetivo


Imagem via: Instagram de Jackie Diedam


Se você possui o sonho de uma casa ideal, que parece distante da sua atual realidade, não desanime, pois quando a gente descreve o que pretendemos construir, passamos a ter mais clareza sobre os nossos sonhos, aumentando o nosso grau de motivação e comprometimento em prol desse objetivo.

Por isso defina o seu objetivo de forma clara, se dedique à essa etapa, pois você estará criando o seu lar ideal. Pegue o seu caderninho e escreva todos os seus sonhos para a sua casa.

2. Quem vai utilizar o espaço?


Imagem via: Houzz Husnummertjugo

Pense em todos os envolvidos, quem vai utilizar esse espaço? Observe seus gostos, manias, hábitos, pergunte-os como é a casa ideal deles, compartilhe os seus objetivos. Reúna todos para que cada um possa contar o que espera com o novo ambiente.

3. Faça um brainstorming


Aproveite que estão todos reunidos, estimule pensamentos e ideias dos envolvidos para que vocês cheguem a um objetivo comum. Atenção, nenhuma ideia deve ser descartada ou julgada como errada, pois causam inibições, quanto mais ideias melhor. Permita que as ideias fluem livremente sem compromisso, a fim de gerar uma solução inovadora. Caso você não concorde com algo, reapresente a ideia.

Por fim, após acumular o máximo de ideias, descarte as ideias ruins e medianas, ficando somente com as boas e viáveis.

4. Pesquise imagens de referências


Imagem via: Pinterest

Busque suas referências visuais: revistas, livros, blogs, Instagram, Pinterest, Tumblr, museus, lojas, filmes, programas de TV. Esteja atenta, e se pergunte porque você é atraída por determinadas coisas. Aprenda e explore sobre aquilo que se sente conectada. 

5. Tire fotos do seu cômodo


O seu cômodo também é a sua referência! Inclua-o em seu banco de imagens.


6. Crie um mood board

Imagem via: The Design Files

O mood board é o ponto de partida para a inspiração criativa. Ele nos ajuda a pensar grande, esclarecer as coisas que estão na nossa mente e capturam a essência do que estamos tentando alcançar.

Eu adoro mood board digitais, são práticos e ficam mais organizados, mas como processo criativo eu sugiro que você utilize suas mãos. Reúna todas as suas referências, recorte, faça fotocópias e imprima. Não se prenda apenas às imagens, utilize fitas, pinturas, amostras de tecidos, embrulhos de presente que você achou bonito, ingresso daquele festival que você não esquece, use a sua intuição. E divirta-se.

7. Defina o seu estilo


Imagem via: Houzz Husnummertjugo

Observando o seu mood board, você vai ver como aos poucos, começa surgir algum tema, um estilo específico ou uma combinação de cores que te agrada. A partir daí, você descobrirá a sensibilidade do seu estilo e perceber porquê você é atraído por determinada coisa. Examine os seus recortes, acrescente observações, identificando exatamente o que você gosta naquele espaço. Isso ajuda a identificar o que alimenta a sua alma.

8. Tire as medidas do cômodo


9. Tire as medidas dos seus móveis


10. Faça uma planta do cômodo


Imagem via: Tami Faulkner Design

É natural pularmos essa etapa quando fazemos a decoração por conta própria, é um passo simples e muito necessário que te ajudará a ter uma ideia espacial do seu cômodo. Inclua portas, janelas e ar condicionado.

11. Pense em um layout para o seu cômodo


A partir da sua planta, planeje o melhor lugar para os móveis. Nessa etapa, brinque com as possibilidades, imprima várias plantas e vá rabiscando os layout. Essa etapa é importante ser feita antes da compra dos móveis, armários e acessórios.


12. Pense na circulação


Precisamos lembrar que as casas são feitas para as pessoas, e nós temos medidas, altura, ocupamos determinado espaço, que são importantes serem levados em consideração na hora de pensar no mobiliário. Anote as medidas do cômodo para que os móveis adquiridos se ajustem às proporções do espaço disponível.

13. Pense no que você não gosta e precisa ser substituído


14. Há algo que você pode garimpar dentro da própria casa?

Imagem via: Casa Chaucha

15. Pesquise o que pode ser feito, ao invés de comprar

Imagem via: Casa Chaucha

16. Pesquise as lojas que você mais se identifica


Os itens 13, 14 e 15 nos ajudam a tornar o momento da compra mais feliz, já que encontrar itens e móveis que se encaixam no nosso bolso e no gosto da família pode ser um verdadeiro drama. Faça uma ampla pesquisa antes de você comprar o que achar bonito. Passeie pelas suas lojas de decoração preferidas, sente-se nos sofás, nas cadeiras, abra os armários, mas depois volte para casa e navegue pelas lojas online. Os preços variam muito de um lugar para o outro, por isso a pesquisa é essencial.

17. Faça listas


Prepare uma lista do que você tem para trabalhar, do que você precisa comprar, do que precisa fazer, de quem pode te ajudar e etc. Esse momento é importante para você se planejar.


18. Estipule o seu orçamento


Quanto você pode gastar para ter um lar que te faça feliz? Depois de definir o orçamento atenha-se a ele, uma boa ideia é reservar 10% do total para custos imprevistos.

19. Quais são os aspectos arquitetônicos do cômodo que você tem que lidar, mudar ou valorizar?



Imagem via: Casa.com.br
Seu cômodo tem características arquitetônicas particulares, como uma janela generosa, uma escada estilosa, portas interessantes ou cornijas? Se a sua resposta for positiva, pense em um projeto que permita que esses detalhes sobressaiam.

20. Escolha a sua paleta de cores


Imagem via: Pinterest
Trabalhe com as cores que você goste e sempre ficará feliz com o resultado, experimente adicionar uma cor que você não utilize tanto, formando novas composições para a sua casa. Caso tenha dificuldade para escolher a cor inusitada, pegue o seu mood board e perceba a cor que mais se repete nas ilustrações, nos recortes, nas artes, nos ambientes que você se inspirou.

21. Vista a sua casa

Imagem via: L'avion Rose

Tecidos e papéis de parede trazem estilo, cor e personalidade para um cômodo, injeta vida e deixa o ambiente mais divertido. Cuide também dos detalhes, abuse das mantas, crochês, almofadas, colchas, tapetes, estampe a sua casa com o seu astral, use a sua paleta de cores como guia.

Se você não gosta de padrões, introduza texturas suaves sobre uma mesa de madeira, por exemplo. Não é uma regra, mas os padrões e as texturas costumam deixar os cômodos mais interessantes. ;)

22. Tenha uma parede que conte histórias


Imagem via: Casa de Amados
Crie um mosaico super bonito com tudo o que te ajude a reviver as suas boas histórias,além de despertar a curiosidade de suas visitas e render bons papos.  Não se acanhe, vale de tudo, a minha amiga Jú tem até uma cadeira de brinquedo da sua infância.

23. Iluminação


Não há uma abordagem única para iluminar um cômodo, varia muito de acordo com o uso do ambiente e a atmosfera que você deseja criar. Se é um cômodo que você realiza várias tarefas é interessante ter uma luz forte no teto, além de luminárias de piso ou de mesa. Coloque um dimmer na luz de teto para poder criar várias climas no seu cômodo, pois será possível ter uma luz forte para executar suas tarefas ou diminuí-la quando quiser relaxar.

24. Invista no verde


Imagem via: Revista Casa e Jardim
Cuidar das plantas de casa é uma terapia, alivia o estresse e ainda é uma forma prática de trazer charme, encantamento, vida e energia para qualquer ambiente. Nesse post te dou 3 motivos de ouro para você ter seu próprio jardim.

25. Cuide do astral da casa


Janela do meu quarto
Você adora um banho de mar? Se sente revigorada com um banho de cachoeira? Ou então ama sentir o sol tocar o seu rosto? Adivinha, a sua casa também! Portanto, abuse da luz natural, coloque um móbile na janela para você ver a brisa chegar, uma pequena fonte para você ouvir o barulho da água, incenso ou aromatizador de ambientes, para atiçar seu olfato, música ambiente. Enfim, dê um mimo para a sua casa.

26. Use os móveis do jeito que você quiser


Imagem via: Casa Chaucha
A casa é sua e quem manda nela é você, então fique tranquila, aquela sua ideia de usar uma cadeira como criado mudo vai ficar linda, uma escrivaninha como penteadeira, ficará incrível. Use a sua criatividade, as possibilidades são infinitas.

27. Faça da sua bagunça uma arte


Imagem via: Senhora Bagunça
Essa dica é da Layde Linhares do blog Senhora Bagunça, sabemos que decorar e renovar um ambiente muitas vezes também é sinônimo de bagunça. No seu cantinho preferido da sala, ela reaproveitou materiais que já tinha em casa e com a ajuda do marido botou a mão na massa para fazer da bagunça, a arte de decorar! Dica especial da Layde Linhares.

28.  Organize os souvenirs


Assuma todos os souvenirs das viagens que você fez, não os escondam mais nos armários, reserve um cantinho para eles. De vez em quando é bom olhar para eles e lembrar dos lugares por onde passou. E quando o souvenir foi dado de presente, é maravilhoso perceber que alguém lembrou de você em uma viagem.


29. Spa sem sair de casa


Imagem via: Casa Mea
Reserve um espaço em casa para curtir um momento relax, e você não precisa de muito. Uma rede em um canto arejado, uma poltrona confortável próxima a janela, almofadões macios e bonitos, luzes com dimmer, um vaso de flores frescas, velas e pronto, você terá o seu spa sem sair de casa.


30. O toque final

Cantinho da arquiteta Mariana Figueredo

Reúna um pouco de tudo que te faz bem, não se preocupe com regras, se preocupe apenas em se enxergar nesse espaço da casa, pense em como você pode fazer com que os detalhes personalizem o ambiente, aflorando a sua alma. Dica especial da Mariana Figueredo.

Espero que você tenha gostado, qualquer dúvida ou sugestão para um passo a mais, deixe seu comentário! <3

Eu não fico só por aqui. Todos os dias compartilho o meu dia a dia, ideias e inspirações da internet nas minhas redes sociais:















Continue lendo >>

05/07/16

Criatividade: O que aprendi com o desafio #30ideias30dias


Terminei o desafio #30ideias30dias, e posso dizer que foi um baita aprendizado.

Não compartilhei em minhas redes sociais pois o meu desafio não foi nada visual, apesar de ter sido essa a ideia inicial, no decorrer percebi que a minha maior preocupação era com metodologia, em criar uma lógica para decorar. Nós sabemos que projetar e decorar uma casa pode custar bastante dinheiro, consumir tempo e às vezes ser um estresse.

Ao longo dos 30 dias mergulhei nos aspectos práticos para fazer o meu guia indispensável para ousar mais na decoração. Cada dia, um novo passo; eu sei que não existe uma metodologia única, uma verdade absoluta, apenas reuni todo o meu raciocínio para criar um ambiente.

Com isso, já dá para imaginar que eu não cumpri a   regra, onde eu estipulei decorar um cômodo por semana.

Estou preparando um post com muito amô para você, reunindo os 30 passos para fazer a própria decoração.

O foco está sendo na vivência do lar e não na posse de tendências e objetos. Isso porque eu acredito que o mobiliário, as plantas, cores e obras de arte, falam mais sobre a dona da casa do que poderiam fazer as suas palavras, como a casa da artista Kirra Jamison, que é a perfeita extensão de sua arte colorida.

Para decorar sua própria casa, o mergulho tem que ser em si mesmo, para depois um mergulho no Pinterest.


Kirra Jamison e sua casa colorida







Esse post está sendo muito especial, pois logo no início do blog eu compartilhei os 9 passos para fazer sua própria decoração, após dois anos é significativo para mim, ver o quanto cresci nesse tempo.

Também quero fazer o post... Se a casa do JK fosse minha. Não esqueci não!!!! Rs.

Você também participou do desafio? Teve algum aprendizado? Caso queira se descobrir e exercitar a sua criatividade, recomendo. Veja aqui.

Eu não fico só por aqui. Todos os dias compartilho o meu dia a dia, ideias e inspirações da internet nas minhas redes sociais:




Crédito das Imagens: Inside Out

Continue lendo >>

27/06/16

DECOR: 4 ideias práticas para reciclar latas na decoração

Não é novidade que diversas embalagens têm enorme potencial para um novo objeto. Se utilizarmos um pouco da nossa criatividade e boa vontade, podemos ter acessórios exclusivos na decoração.

Uma das embalagens que estão sempre presentes em nossas casas são as latas, há inúmeras referências de peças artesanais na internet, no Pinterest, mas hoje estou inspirada a compartilhar ideias criativas, super fáceis e ainda bem descoladas para a decoração da sua casa.

1. Latas vintage para o plantio


As latas de aço ou de alumínio são apropriadas para o plantio de todas as espécies, pois não liberam na terra nenhuma substância tóxica.

As latas vintage ficam bem em exposição. Destaque-as sobre um parapeito liso branco ou madeira clara. Será ainda mais legal se você reunir latas de um mesmo período, mas com cores e estilo diferentes para remeter para obter um mostruário feliz.




2. Latas de refri pintadas de spray


Escolha uma paleta de cores, procurando combinações que dialogam com o seu estilo de decoração. Adorei o efeito que a Ida deu às latas, amassando-as de leve. É uma ótima solução para as flores frescas da semana, super simples, mas ao mesmo tempo traz mais vitalidade para a casa.









3. Vaso de flores com pack de latas


Há algumas latas com um design tão lindo que valem a pena um lugar em nossa casa. Ou talvez você tenha ligação com alguma marca, por exemplo as latas de Coca-Cola estampavam vários nomes brasileiros, outra lata com design interessante é a do guaraná Jesus, que só tem no Maranhão, você pode garimpá-las em uma viagem e te trazer boas memórias. Ou uma lata gringa que você ama. Enfim, há infinitas ligações, e eu adoro essa ideia dos designers parisienses da Atypyk.



4. Latas naif no jardim

Não existem regras para decorar a nossa casa, tudo o que fazemos com carinho, traz a nossa elegância, podendo se aproximar mais do naif, da simplicidade, do que da técnica.





Imagens via: 1 - 2 - 3 - 4 -5 - 6

E você, também gosta de reutilizar latas na decoração? Conta pra mim! 

Continue lendo >>